MASSAGEM

BANHO DE SOM

AMPLIANDO A PERCEPÇÃO E POTENCIALIZANDO NOSSO CORPO SONORO

Massagem e Banho de Som são técnicas da terapia sonora nas quais as vibrações das tigelas tibetanas são aplicadas sobre o corpo, e, com os gongos, diapasões e outras fontes sonoras é produzido um campo poderoso de ressonâncias.

A percepção somatossensorial e psicoacústica são ativadas por estas vibrações, promovendo o relaxamento profundo, o equilíbrio do sistema nervoso e o desbloqueio do fluxo energético. Indicadas em situações de tensões corporais, estresse e ansiedade.

massagem vibroacústica

A Massagem de Som ou Massagem Vibroacústica é realizada apoiando as tigelas tibetanas sobre o corpo da pessoa e percutindo-as com uma baqueta ressonadora, fazendo-as vibrar. A percepção somatossensorial é ativada por estas vibrações, estimulando principalmente músculos, tendões e órgãos. A aplicação terapêutica correta de cada tigela ou frequência é baseada nos estudos das frequências de ressonância dos anéis corporais. Os sintomas fisiológicos e psicológicos mais comuns desta aplicação, citados pelo Instituto Peter Hess (Alemanha) são: diminuição da atividade motora; diminuição da pressão sanguínea e dilatação dos vasos periféricos; aumento da fase da inspiração, regulação da respiração, com maior economia de oxigênio e propiciando estados de relaxamento; aumento das ondas cerebrais alfa e theta; aumento do nível de açúcar no sangue e diminuição do nível de colesterol. Psicologicamente, ocorre uma maior clareza mental e foco interior, um aumento da percepção em relação a estímulos externos, o desvio dos pensamentos de situações negativas para situações positivas, e uma sensação manifesta de calma e serenidade.

A Massagem de Som segundo Peter Hess® tem sido amplamente utilizada em clínicas e hospitais de países europeus, com pacientes em reabilitação física e neurológica, em terapia intensiva, hipertensos, e em crises de estresse e ansiedade, dentre outros. No Hospital Allgemeines Krankenhaus (Viena), o enfermeiro Harald Titzer[1] introduziu a Massagem de Som segundo Peter Hess® em UTIs, demonstrando ser um contraponto útil ao pesado cotidiano clínico destas unidades, trazendo minimização do estresse acústico, aumento na sensação de repouso e acolhimento, ativação e motivação e efeito ansiolítico.

 

[1] Titzer, Harald. Massagem de Som nos Cuidados Intensivos, in Ortelbach. Massagem de Som segundo Peter Hess, 2015.

 

regulação vibroacústica sistêmica

Todo o sistema de vida está constantemente vibrando. Cada elemento deste sistema possui uma vibração natural e suas configurações deveriam manter um padrão harmônico, sendo que, cada parte do corpo e seus campos, cada molécula, célula, tecido, órgão, glândula, ossos e fluidos tem o seu próprio índice (coeficiente) de vibração e uma frequência saudável. A Regulação Vibroacústica Sistêmica busca reestabelecer tanto os padrões de equilíbrio do nosso organismo, no caso de disfunções e doenças instaladas, quanto regular o sistema como um todo, estabelecendo a restauração dos padrões orgânicos naturais.

Quando ocorrem disfunções ou se manifestam doenças é porque alguma parte do sistema orgânico humano não está vibrando em harmonia consigo mesma, com as outras partes ou com o entorno. Essa dissonância pode ser curada com som e intenção (energia psíquica atuando no campo morfogenético), devolvendo às partes doentes sua frequência saudável, inserindo no sistema frequências faltantes ou fazendo vibrar a sua frequência fundamental. Tais intervenções são realizadas através da ‘escuta somática por ressonância’, que consiste na aplicação de emissores de frequências (puras ou combinadas com música) diretamente no corpo da pessoa, usando equipamentos vibroacústicos (diapasões, amplificadores de som, fones de ouvido, fontes sonoras vibro-táteis, voz humana). Para a aplicação correta desta modalidade é necessário que se tenha um amplo conhecimento das frequências de ressonância do organismo humano e de que modo se dão as interações vibracionais entre a frequência aplicada e a frequência natural.

banho de gongos

Gongos são instrumentos milenares, produzidos com ligas metálicas específicas e que produzem uma quantidade de overtones capazes de promover um campo poderoso de ressonâncias.

o Banho de Gongos é uma experiência única que pode induzir a estados alterados de consciência e aprofundamento da percepção do corpo sonoro individual em conexão com o campo vibracional do micro e do macrocosmo. Quando ativamos os harmônicos sonoros dos gongos, a percepção somatossensorial e psicoacústica são ativadas por estas vibrações, promovendo o relaxamento profundo, o equilíbrio do sistema nervoso, o desbloqueio do fluxo energético e a ampliação dos níveis de consciência. Indicado em situações de tensões corporais, estresse, ansiedade e na busca por experiências significativas e profundas de autoconhecimento.

  • icone zap
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

© 2018 Criado por Susan Gumes. Todos os direitos reservados ao Núcleo Sons de Cura®